A Hora do Brasil

Gilson Martins transforma galeria de arte em estádio de futebol para abertura de exposição inspirada na Copa do Mundo.

Mostra apresenta 28 bolsas-arte, criadas com reaproveitamento de materiais, por funcionários da fábrica do designer.

O cenário era perfeito para uma grande final. A galeria de Arte Gilson Martins se transformou em estádio de futebol, com fundo de torcida, gritos de guerra no ambiente e piso de gramado. No dia 15, a exposição "Sou+Brasil" foi aberta, em Ipanema, trazendo todo o clima de festa da Copa do Mundo para o carnaval carioca.


A mostra apresenta 28 bolsas-arte criadas pelos funcionários da fábrica da marca Gilson Martins.


Inspirada na relação do brasileiro com o maior evento do futebol mundial, a mostra apresenta 28 bolsas-arte com frentes criadas pelos funcionários da fábrica da marca Gilson Martins, a partir do reaproveitamento de materiais. A criatividade e o trabalho dos funcionários surpreenderam os convidados presentes ao coquetel, como os cônsules Jairo Quintero, do Panamá, e Sanjeev Chowdhury, do Canadá.


Jairo Quintero, cônsul-geral do Panamá, e Marcelo Barros, supervisor das lojas Gilson Martins posam na galeria.



Gilson Martins e Sanjeev Chowdhury, cônsul-geral do Canadá.


"É incrível como cada brasileiro tem uma visão da Copa. Amizade, estilo fino, esporte, cultura, natureza e ícones. Cada peça é interessante e diferente. Vou trazer meus amigos do consulado para visitar essa exposição.", declara Chowdhury.


Bolsa ''O Rio recebe a Copa do Mundo de braços abetos'', vencedora do concurso que gerou a exposição.


Também estiveram presentes ao evento, membros do corpo consular carioca do Japão e Alemanha, além da poetisa e atriz Elisa Lucinda, e Diana Vianna, relações internacionais do Governo do Estado do Rio de Janeiro.


A poetisa e atriz Elisa Lucinda prestigiou a abertura da exposição ''Sou+Brasil''.



Gilson recebeu a amiga Diana Vianna durante evento na zona sul carioca.



Patrícia Veiga, figurinista da Rede Globo, escolheu duas bolsas para participarem do programa ''Esporte Espetacular''.


A mostra revelou ainda a criatividade oculta de novos talentos, através da inclusão social promovida por Gilson Martins. O pensamento sustentável se fez presente em todas as peças destacando a transformarção do lixo em obras de artee com parte do valor da venda, que complementa a renda dos funcionários-criadores.


Funcionários da fábrica posam como um time na galeria Gilson Martins.



Os funcionários se ajudaram durante todo o processo de produção das peças.



Funcionários-criadores compareceram ao coquetel de abertura da exposição ''Sou+Brasil'', em Ipanema.


"Sustentabilidade é o futuro! A exposição é fantástica porque aproveita elementos do Brasil pelas mãos de pessoas carentes do Rio de Janeiro. O Gilson foi um dos primeiros a valorizar essa questão do reaproveitamento de materiais.", afirma Alessandra Venditti, sócia-proprietária da Sorveteria Vero.


Trabalhos utilizaram reaproveitamento de materiais na produção das peças.



Diana Vianna, relações internacionais do Governo do Estado do Rio, e Alessandra Venditti, sócia-proprietária da Sorveteria Vero.


A exposição "Sou+Brasil" fica em cartaz até 31 de maio, na Galeria de Arte Gilson Martins (Rua Visconde de Pirajá, 462 – Ipanema). O horário é de segunda a sábado, das 10 às 20h. Com entrada gratuita, a mostra é uma excelente dica para os apaixonados pelo futebol-arte, design sustentável e, principalmente, pelo Brasil.


Coquetel de abertura recebeu ótimo público no lançamento da mostra ''Sou+Brasil''.



Parte das bolsas ficou exposta fora da galeria, na bancada da loja Gilson Martins Ipanema.



Galeria Gilson Martins se transformou em estádio, em pleno carnaval carioca.