A Hora do Brasil

Sucesso na abertura, exposição “A Hora do Brasil”, de Gilson Martins, surpreende público com questões sobre o tempo da sociedade.

Série de telas-relógio representa as expectativas do nosso país e estimula visitante a questionar se essa é a hora do Brasil.

Criativa, ousada, maravilhosa. A exposição “A Hora do Brasil”, de Gilson Martins, aberta no dia 11, supreendeu quem esperava apenas mais um trabalho sobre as belezas do Rio de Janeiro. Com questionamentos sobre as expectativas da sociedade, a mostra trouxe à tona a pergunta: Essa é a hora do Brasil?



Série de telas-relógio representa as expectativas do nosso país e estimula visitante a questionar se essa é a hora do Brasil.

.

Com presença de convidados especiais da marca Gilson Martins, amigos do artista e público visitante, a mostra despertou curiosidade já no primeiro olhar. Recepcionada por Diana Vianna, assessora de relações internacionais do Governo do Rio de Janeiro, a comitiva do Consulado Japonês abriu o coquetel com muita simpatia.



Primeiros a chegar ao evento, comitiva do Consulado Japonês fez questão de levar uma tela autografada por Gilson Martins.

.



Diana Vianna, relações internacionais do Governo do Rio de Janeiro, e a estilista Nadja Winits posam na galeria.

.

“O Brasil é um país amado pelo japonês. Já conhecia a loja, pois compro presentes aqui para toda minha família. A exposição é simples e forte. Achei incrível!”, afirma a Consulesa Cultural do Japão, Michiko Shibata.



Michiko Shibata, Gilson e Shohei Shibata, membros do consulado japonês no Rio.

.



O arquiteto Vagner Costa, último artista a expor na galeria,também conferiu o novo trabalho de Gilson.

.

Entre deliciosos drinks de verão oferecidos pela Cachaça Leblon e o lançamento de novos sabores do Sorvete Vero, o coquetel recebeu ainda outros importantes membros do corpo diplomático mundial, que prestigiaram a abertura do mais novo trabalho de Gilson Martins. “Gostei muito! Já comprei peças do Gilson e sempre venho ver as novidades”, declara Bernard Quintin, Cônsul Geral da Bélgica.



Bernard Quintin, Cônsul Geral da Bélgica, prestigiou o coquetel de abertura da exposição ''A Hora do Brasil'', de Gilson Martins.

.

O Cônsul Geral alemão, Harald Klein, gostou tanto da mostra que encomendou uma tela personalizada nas cores da bandeira da Alemanha para decorar a nova sala do consulado.

“Gilson e Rio tem tudo a ver. Achei a nova exposição maravilhosa e já estou curioso para ver as novidades para a Copa do Mundo”, afirma o ex-cônsul holandês Ronald Browner.



Ronaldo Browner, ex-Cônsul da Holanda está ansioso pelas novidades de Gilson para a Copa do Mundo 2014.

.



Drinks de Cachaça Leblon fizeram sucesso na abertura da exposição de Gilson Martins.

.



Deliciosos drinks de verão da Cachaça Leblon garantiram o clima carioca durante o evento.

.



Os novos sabores do sorvete ''Vero'' foram aprovados e fizeram sucesso durante todo o coquetel.

.

A exposição “A Hora do Brasil” fica em cartaz até 08 de fevereiro, na Galeria de Arte Gilson Martins (Rua Visconde de Pirajá, 462 – Ipanema). Com entrada gratuita, o horário é de segunda a sábado, das 09 às 20 horas.



Com grande público, abertura da exposição ''A Hora do Brasil'' foi um sucesso.

.



Mostra fica em cartaz até 08 de fevereiro na Galeria de Arte Gilson Martins, em Ipanema.

.